quarta-feira, 13 de outubro de 2021

O Rei e a Feiticeira: Capítulo 7

 


 Nome: O Rei e a Feiticeira.

Classificação indicativa: +16
Sinopse: Sabe todas as histórias sobre lobisomens, vampiros, feiticeiro e sereias? Não são só história! Essa é a história dos acontecimentos que levaram os sobrenaturais a ter que viver escondidos por todo esse tempo, contada pelo ponto de vista do rei Kraig, da rainha vampira Kemira e da feiticeira Celeste.


Aviso: Eu escrevi essa história baseado em como eu acho que as pessoas pensavam na época então vai sim ter cenas que na época eram consideradas normais e hoje são politicamente incorretas. Para fazer essa historia eu me inspirei em historias das editoras Marvel e DC comics, Fairy Tail(anime), Naruto(anime),  Dragon ball(anime), Saint Seiya(manga), Eragon(Quadrilogia de livros), Percy Jackson(filme), The Whitcher 3 (Jogo) e avatar (anime). Todas essas obras serviram de inspiração para que eu decide-se a forma que a Magia vai funcionar nas minhas histórias. Também adaptei eventos do jogo The Sims Medieval para se encaixarem na historia e um pouco do que li sobre sobrenaturais na internet.


 

(Mapa do simmundo como os sims achavam que era o simmundo na época)

Capítulo 7


A primeira loja que Celeste e Angeline visitaram durante a viagem delas foi uma loja de varinhas, livros e orbes de familiares. Celeste estava mais interessada nos livros já que ela tem uma varinha rara de madeira em perfeito estado. 


Angeline: Para que serve essas esferas?
Celeste: Isso são orbes de familiares. Você só usa uma vez e o familiar fica vinculado a você pelo tempo que você quiser.
Angeline: Você quer dizer o Demonio?
Celeste: NÃO FALA ESSE TIPO DE COISA AQUI! QUER QUE NOS EXPULSEM?
Angeline: Desculpe!
Celeste: Respondendo a sua pergunta. A natureza das duas criaturas são diferentes. Eu te explico melhor quando voltarmos.
Angeline: Qual é o seu?
Celeste: Uma fênix. 


As duas foram em várias lojas antes de parar em uma loja de vassouras, cristais e artefatos mágicos é. Lá Celeste comprou dez unidades de cada cristal e um caldeirão. 


Celeste: Ótimo agora só falta a loja de ingredientes para poções.
Angeline: Estamos andando o dia todo. Estou surpresa com seu fôlego.
Celeste: Eu sempre fazia trilha no Pantano onde eu morava. 

___________________________________________________________________________________


Collin: Kemira temos um problema. 
Kemira: Agora não Collin! Eu estou com sono de mais para conversar com nobres agora!
Collin: Nossos espiões descobriram que tem uma camponesa insitando o povo a se revoltar.
Kemira: Ela tem poderes sobrenaturais?
Collin: Ela não tem, majestade!
Kemira: Mate a desgraçada! 


Assim que Collin saiu Kemira tirou o resto da roupa e foi dormir nua(um hábito que ela tem desde que era humana). 


Collin fez exatamente o que Kemira ordenou. Ele esperou a mulher fica sozinha e a atacou. 





Assim que terminou o serviço Collin voltou a forma humana para conferir a pulsação da mulher e depois correu para a floresta pegar as roupas onde ele tinha deixado. Ele não sentou remorço e nem culpa pelo que fez afinal para Collin a ordem natural das coisas é os mais fortes dominarem os mais fracos.
___________________________________________________________________________________


Heavina Zuf uma garotinha que vive na aldeia dos humanos no reino de bloodlands estava sendo atormentada por dois valentões. Foi aí que os poderes de Heavina despertaram de maneira precosse e ela involuntáriamente jogou os dois valentões longe. Infelizmente a mãe de Heavina viu a cena e ficou assustada afinal não se tinha conhecimento de nenhum feiticeiro na família Zuf e o povo daquela aldeia odiava eles(por medo e preconceito). 


Bramna: VÁ EMBORA DAQUI ABERRAÇÃO!
Heavina: Más mã...
Bramna: VOCÊ NÃO É MAIS MINHA FILHA! VÁ EMBORA E NÃO VOLTE NUNCA MAIS!


Para Heavina o que restou foi viver na rua. Ela fez amizade com outros dois garotos de rua, Quistero e Ulison. O trio então começou a roubar para sobreviver.
___________________________________________________________________________________


Noin: Magestade tem um bando de piralhos cometendo roubos no mercado. Eles estão nos dando o maior prejuízo.
Kemira: E quem disse que isso é problema meu. São só crianças não é possível que os mercadores não consigam lidar com elas.
Noin: São dois garotos acompanhados de uma bruxinha. Não conseguimos lidar com eles por causa dela.
Kemira: Tudo bem. Eu vou ajudar. Collin traga essas crianças aqui!
Collin: Como quiser Magestade!
Kemira: Eu quero a garota viva.

___________________________________________________________________________________


Kemira: Onde estão os pais de vocês?
Heavina:...
Ulison: Nós não temos pais moça.
Kemira: Qual seu nome garota?
Heavina:...
Collin: Você é surda garota? A rainha fez uma pergunta!
Heavina: Meu nome é Heavina.
Kemira: Heavina, com quem você aprendeu magia?
Heavina: So... sozinha.
Kemira: Impressionante. Garota, o que acha de treinar para ser um dos meus guardas? Você nunca mais vai precisar roubar de novo.
Collin: Oque fazemos com os outros dois?
Kemira: Vão virar escravos. São muito novos para ser bolsa de sangue então coloque eles na equipe de limpeza do castelo. 


Heavina aceitou na hora a proposta de Kemira. Ela agora seria treinada para trabalhar como guarda. A rainha prometeu que Heavina não ia mais passar fome e nem ter que roubar ou pedir esmolas para sobreviver. 

Após ter aceitado a proposta da rainha Heavina foi levada por Kemira até um casal de feiticeiros que morava no palácio para aprender etiqueta, o básico de herbologia e a ler. Eles também seriam os responsáveis por treinar ela para lutar usando magia. 


Zolnar: Vamos as regras. Você pode ler apenas os livros da primeira prateleira contados de baixo para cima.
Heavina: Porque?
Zolnar: Os outros são avançados de mais para você. Continuando... A limpeza e a organização do seu dormitório é de responsabilidade sua, Você não deve deixar o palácio sem autorização e também não pode ir as masmorras enquanto não terminar seu treinamento.
Heavina: Eu tenho amigos que estão presos lá.
Zolnar:  Kemira já me informou isso. Não existe exceção para essa regra. más eu e a Isatina podemos te acompanhar para ver seus amigos um pouco quando eles estiverem limpando o castelo.  
Isatina: Você também não deve recuar diante de um inimigo nem mostrar piedade ao inimigo.
Zolnar: A última regra e mais importante é que você não pode desobedecer eu, a Isatina ou a rainha Kemira. 


A Promessa de Kemira foi cumprida. No jantar daquela noite Heavina estava bem tensa afinal todos ali eram filhos de nobres ou nobres más logo ela fez amizade com as outras crianças. Heavina até ouviu um boato de que uma das alunas (Odilia Thyri) estava a ponto de ser mandada para casa porque não tinha talento mágico nenhum mesmo sendo filha de dois feiticeiros poderosos.


Heavina: É tão ruim assim ser mandada para casa? Ela tem uma casa para voltar.
Uzogaell: É claro que é. Em que reino você mora? A mamãe me falou que para os nobres é uma vergonha ter um filho humano.
Renée: O termo correto é Nedditon!
Uzogaell: Dá no mesmo. O termo vem de not hidden, que significa não oculto ou que não é sobrenatural.
Renée: Se ela der sorte só vai ser expulsa de casa.
Heavina: Se ela der sorte? E se ela não der?
Uzogaell: Vai ser vendida aos vampiros como bolsa de sangue. Eu ia esquecendo de falar, Eu e o Renée somos filhos da rainha Kemira. Ela nos manda vir estudar aqui quando tem muito trabalho. coisa que ainda somos novos para entender.


Heavina se assustou na hora com o que Uzogaell falou. O garoto falava sobre uma aluna acabar sendo vendida pela própria família como bolsa de sangue. Principalmente porque ele falava isso com a maior naturalidade do mundo. Más depois Heavina se lembrou que naquela sociedade era comum os sobrenaturais tratarem os não sobrenaturais assim. Odilia estava ouvindo tudo más não falou nada mesmo os instrutores não fazendo nada para parar o assunto.

Continua...


6 comentários:

  1. - Que legal a lojinha! Bastante coisa lá! E Celeste comprou bastante, hein! :)
    - Esse Collin é perigoso. O.o
    - Fiquei com pena dos três: Heavina, Quistero e Ulison. :(
    - Espero que mesmo cercada de gente do tipo da Kemira, Heavina se torne uma pessoa com compaixão e bondade.
    Parabéns pelo capítulo, Tatsu! :)

    ResponderExcluir
  2. Pois é. Kit completo para cumprir com o trabalho dela.
    Heavina foi o pior caso. Os outros 2 de fato não tem pais más ela tem e foi abandonada.
    Ainda existe chances de isso acontecer.
    Fico feliz que tenha gostado.

    ResponderExcluir
  3. Heavina, será uma possível aliada para matar essa demônia de saia, futuramente?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez sim. Talvez não. O que a Kemira prometeu a Heavina ela cumpriu e de bônus ela ainda mora agora com uma galera que não trata ela mal por ela ser diferente então as chances são altas de a Heavina não ficar contra a Kemira. Más não descarto essa possibilidade de um desentendimento das duas.

      Excluir
  4. Respostas
    1. É não. Eu não planejei por uma ancestral da Lua nessa história.

      Excluir